Desvendando "O Último Portal", de Roman Polanski

  
  A missão de Dean Corso é confirmar a autenticidade das outras duas cópias do mesmo livro que estão na Europa. 
   The Ninth Gate ( um filme do ano de 1999) ou “O último portal” foi dirigido por Roman Polanski que é uma adaptação do livro El Club Dumas de Arturo Perez.. Johnny Depp, ator principal do filme, vive o papel de Dean Corso, um especialista em livros raros.
Ele é contratado por um estudioso em demônios que acabou de adquirir um livro chamado “ Os nove Portais do Reino”.
   A inversão dos números 666 e 999 está presente na cena em que Corso entra na biblioteca dos livros raros. O estudioso de demônios convida Corso para conhecer a sua coleção de livros. Para ter acesso a primeira sala ele digita o código 666 e para chegar onde está o livro dos nove portais é necessário digitar mais uma senha que é 999. os nove portais.
   Dentro da sala que está o livro “sagrado” o colecionador revela que existem 3 livros iguais. Dessa forma, temos a proporção satânica de (1-1-1) que representa a esfera central de Bahá. A tríplice (1-1-1) representa o Anticristo e a Besta de dois chifres. 
   O objetivo do colecionador é achar as nove páginas que levam para o caminho da iluminação e a imortalidade que estão contidas nos três livros Aqui temos mais uma proporção do tipo (3-3-3), pois cada livro contribui com uma das três ilustrações que levam para o caminho da iluminação luciferana. A proporção (3-3-3) representa os nove mestres eleitos do Anticristo. Os portais são formados por nove ilustrações devido a falta de tempo, vamos analisar as mais importantes. 

1) O Cavaleiro e o Segredo



   Essa ilustração representa a importância de guardar o segredo das eras, ou seja o nome do prometido. Por esse motivo a figura apresenta um cavaleiro fazendo um gesto pedindo silêncio. 
    Na vida real, os templários aguardavam a chegada da cristo cósmico e por O segredoisso protegiam o Monte Carmelo, onde está o Arco de Baha’u’llah e o santuário do Báb) até que ele chegasse. Em 1863 alguns templários gnósticos alemães ouviram o clamor de Baha’u’llah e desde então guardaram o segredo das eras. A veracidade dessa informação encontra-se escrita no livro “A Presença de DEUS” do guardião da Fé Bahá’i Shoghi Efendi . Abaixo temos um trecho: 

   “Assim o mausoléu do Báb – uma estrutura, a um tempo, maciça, simples e imponente, abrigada no coração do Carmelo (…) a colônia dos Templários Alemães, que, na expectativa da “vinda do Senhor”, haviam abandonado seus lares e se congregado ao pé dessa montanha, no mesmo ano da Declaração de Bahá’u’lláh em Bagdá (1863)… “ (Shoghi Effendi – A presença de DEUS). 

  Obs.: 1863 é uma data cabalística de nove (1+8=9) e (6+3=9) e corresponde ao ano 1279 no calendário maometano. 

   Desde essa data surgiram novos ritos na maçonaria que se infiltraram através da Sociedade Secreta Rosa Cruz. O objetivo deles é criar uma maçonaria mais gnóstica e espiritualista, pois Albert Pike tinha apenas uma visão materialista do governo mundial. O resultado dessa infiltração podem ser vistos nas baterias dos ritos maçônicos, por exemplo: No grau nove a bateria é 3 x3x3 (!!! !!! !!!) que representa o número do prometido, mas o importante é que o maçom não descubra o nome de Baha’u’llah, pois assim ele continuará sendo manipulado espiritualmente. o oitavo rei

2) O Oitavo Rei e o Plebeu Desconhecido



   Nessa outra carta temos um rei jogando com um plebeu e no tabuleiro temos oito peças que representam o oitavo rei. Observe que o oitavo rei está com os braços cruzados, pois a sua estratégia está completa e o plebeu é que precisa jogar. (Seria uma indireta para esse que vos escreve?).:=) 
   No fundo da figura temos dois cães (um branco e outro preto) simbolizando a luz e as trevas. Isso também é uma representação simbólica dos números 999 e 666. Na parte superior da figura temos uma lua que é o símbolo do Islã. Isso significa que o oitavo rei veio do império Persa. Exatamente como o profeta Daniel nos escreveu, pois o capítulo 11 narra a dinastia do império Medo-Persa e foi dali que surgiu um homem que se passou por arrecadador da Glória de DEUS ou do reino: 
  E em seu lugar se levantará quem fará passar um arrecadador pela glória do reino; mas em poucos dias será quebrantado, e isto sem ira e sem batalha. (Daniel 11 : 20) 
   Durante as investigações de Dean Corso existem dois caminhões diferentes, mas as placas possuem o mesmo número que são 06.08.09. Mais uma vês temos o duplo sentido do 666 e 999 e o oito representando o oitavo rei. 

3) O Enforcado



   Várias pessoas são sacrificadas para ativar os portais durante o filme. Uma delas é o vendedor de livros raros do qual Dean Corso pede para guardar o livro por algum tempo. O corpo do vendedor é posicionado em forma de um seis, mas uma das ilustrações do livro mostra o seis ao contrário, dessa forma temos novamente a inversão do 999 e do 666. 

4) O último portal



   Essa ilustração é a mais importante do filme. Ela é representada por um dragão com sete cabeças e dois chifres em cada cabeça,uma mulher nua (que representa a perversão sexual e também uma prostituta) e um castelo com três torres sendo queimado no fundo. Essa carta possui um grande valor para o colecionador do livro que contratou Dean Corso, pois é através dela que ele inicia o ritual iluminista. o falso portal. 
Para realizar o ritual, o colecionador marca o local da iniciação que é dentro do castelo com três torres fazendo um circulo com gasolina e depois disso joga gasolina no seu corpo. Através desse ritual o colecionador espera que satanás lhe proteja das dores do fogo eterno, pois o mesmo possui um pacto com o diabo. 
   No Brasil, temos algumas pessoas famosas que fizeram esse tipo de pacto. Podemos destacar o cantor Raul Seixas. Ele acreditava que depois de blasfemar contra DEUS o seu corpo não seria queimado quando estiver no lago de fogo e enxofre. Voltando ao filme…na medida em que o corpo do colecionador vai sendo queimado, ele até começa a não sentir nada, mas após alguns segundos ele grita de dor e morre queimado. Nesse momento, Dean Corso o mata com um tiro e rouba os portais.     O colecionador foi morto por que recebeu uma carta falsa do último portal. A verdadeira carta é representada por um dragão com sete cabeças e dois chifres em cada cabeça,uma mulher nua e um castelo com três torres. No fundo temos uma estrela de oito pontas e não o castelo sendo queimado como na carta que o colecionador recebeu. o verdadeiro portal. 
   A simbologia de tudo isso é a seguinte: O dragão possui sete cabeças que representar os sete reis do livro de apocalipse. A estrela de oito pontos no fundo da ilustração é uma referencia ao oitavo rei. 
   Os em cada cabeça possui dois chifres totalizando 14 chifres. Os 14 chifres são: O Anticristo e seus nove mestres eleitos = 10; O falso profeta que é o Papa = 1 
  A besta de dois chifres = 2 e a besta do Abismo (1). 
 O castelo com três torres representa o Anticristo e a besta de dois chifres (1-1-1). É a mulher assentada não dragão que também é uma besta, a Babilônia americana. 
   E as sete cabeças representam os sete reis da revelação progressiva. 
  E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. (Apocalipse 17 : 10) 
  Outro fato importante é que dois livros estão na Europa e essa escolha não foi por acaso. Para entender a importância da Europa na Nova Ordem Mundial precisamos recorrer ao mestre da globalização Abdu’l’Bahá. Quando Abdu’l esteve nos EUA em 1912 ficou indignado com o materialismo do povo europeu e desabafou esse sentimento com os americanos como descrito abaixo: “… Numa viagem anterior, eu fui à Europa, visitando Paris e Londres. Exteriormente, Paris é muito bonita. As evidências da civilização material são muito grandes naquela cidade, mas a civilização espiritual está bem atrasada. Vi o povo daquela cidade submerso e se afogando no mar de materialismo (..)”
   Mais adiante, e na mesma palestra, Abdu’l não vê outra alternativa para converter os europeus aos ensinamentos de Baha’u’llah a não ser que através da ciência para trazer ao plano visível o sinal unificador de Baha’u’llah (a estrela de nove pontas), ou seja trazer esses sinais para o plano visível. Essa é a função do acelerador de partículas (LHC): (…) 
  Todas as ciências, artes e descobertas eram mistérios da natureza e, de acordo com a lei natural, esses mistérios permaneceriam latentes e ocultos; mas o homem procurou romper essa lei e livrar-se de seu domínio, trazendo essas coisas para o plano visível. (15 DE ABRIL DE 1912 – Palestra de Abdu’l’Bahá na Residência de Mountfort Mills – Avenida West End, 327, Nova Iorque) 
   É por esse motivo que ao fundo aparece a estrela de oito pontas que é o caminho da iluminação para a estrela de nove prontas que unificará a humanidade. 
   A ordem dessas duas estrelas estão presentes na tumba de Baha’u’llah. No jardim temos a de oito e na porta do seu santuário temos a estrela de nove pontas que representa o nome perdido dos maçons, o número do prometido da cabala e de alguns falsos evangélicos como Morris Cerullo significa completo. 
   Já no mundo católico, as sociedades secretas maçônicas introduziram a estrela de oito pontas na frente das igrejas e também a roda de oito etapas da iluminação que está na praça de São Pedro no Vaticano.

As Outras Gravuras





Fontes: apocalipsetotal

Assista o trailer de "O Último Portal"


<




Para mais informações assista ao vídeo abaixo (inglês)


<

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...